Programa de Estágio Caixa 2018 – Vagas, Inscrições




Caixa abre vagas de estágio direcionadas para candidatos que ainda estejam no nível médio ou que participem de algum curso técnico que funcione de forma integrada ao sistema de ensino regular.

A Caixa Econômica Federal, por meio de uma parceria com o CIEE – Centro de Integração Empresa Escola anunciou a abertura do período de recebimento das inscrições para seu programa de estágio 2018. O presente processo seletivo tem como principal finalidade garantir o preenchimento de vagas de cadastro de reserva.

Confira a seguir todos os detalhes sobre essa oportunidade.

As vagas em aberto (número total não informado) estão sendo direcionadas para candidatos que ainda estejam no nível médio ou que participem de algum curso técnico que funcione de forma integrada ao sistema de ensino regular.


Nesse último caso, as áreas abrangidas são as de Técnico em Segurança do Trabalho, Técnico em Secretariado, Técnico em Finanças e Técnico em Administração, todos de forma integrada ao curso do Ensino Médio.

O programa de estágio 2018 da Caixa Econômica Federal também dispõe de oportunidades para graduandos em diversas áreas. Dentre elas, estão as seguintes: Direito, Engenharia de Telecomunicações, Engenharia Mecânica, Engenharia Agrícola, Agronomia, Engenharia Ambiental, Arquitetura e Urbanismo, Sistemas de Informação, Engenharia de Software, Engenharia de Computação, Ciências da Computação e Informática.

Segundo a Caixa Econômica Federal os candidatos classificados serão direcionados para regiões que não contam com candidatos aprovados em alguma lista classificatória anterior.


Requisitos exigidos

No caso dos estudantes de nível técnico é preciso que eles estejam entre o primeiro e penúltimo semestre. Para os candidatos de nível médio, eles podem estar cursando o primeiro ou segundo ano do Ensino Médio ou EJA.

Estudantes dos cursos de Direito devem estar entre o 7° e 9° semestre. Estudantes dos cursos de Engenharia de Telecomunicações, Engenharia Mecânica, Engenharia Agronomia/Agrícola, Engenharia Elétrica, Engenharia Ambiental, Arquitetura e Urbanismo precisam estar cursando entre o 5° e 9° semestre.

Por fim, aqueles ligados as áreas de Engenharia de Software, Engenharia da Computação, Informática e Sistemas de Informação precisam estar cursando entre o 6° e penúltimo semestre de seu respectivo curso.

Remuneração oferecida

Para as oportunidades de nível médio o valor estipulado para a bolsa auxílio é de R$500. Eles também terão direito ao auxilio transporte no valor R$130. Nesse caso, a jornada de trabalho será composta de 05 horas por dia totalizando 25 horas por semana.

Para as oportunidades de nível superior a bolsa auxílio oferecida é de R$1.000,00 com auxílio transporte de R$130,00. A jornada de trabalho também conta com 25 horas por semana.

Como se inscrever

Antes de realizar sua inscrição o candidato precisa estar ciente de que seu nome não pode fazer parte de nenhuma lista classificatória anterior – tanto de aprovados quanto de reprovados.

Para garantir a participação o candidato precisa se inscrever até o dia 05 de outubro por meio do endereço eletrônico http://www.ciee.org.br/portal/estudantes/pe/pseletivo/index_caixa_processo-continuo_2015.asp. Ressaltando que candidatos de nível médio precisam ter, no mínimo, 16 anos no momento da contratação.

Dica profissional

É essencial que o interessado em uma vaga de estágio em alguma instituição financeira não se contente apenas com as informações constantes no edital. É preciso conhecer tanto quanto possível a empresa e sua metodologia de trabalho e atuação no mercado.

Essa pesquisa inicial tem razão de ser: por meio dela o candidato poderá conhecer mais sobre a cultura da empresa e com isso, compreender se os valores ali praticados estão de acordo com seu perfil. Também é nessa fase de conhecimento que ele poderá identificar quais são os pontos mais importantes para o banco em termos de características pessoais e profissionais.

Por exemplo, a maior parte dos bancos inclui entre tais características aspectos como transparência, humildade e ética.

Isso ajuda até mesmo na seletiva. Os consultores, ao ter contato com esse candidato, saberão que ele “fez seu dever de casa” e que por isso as chances de ele se frustrar no futuro são bem menores.

Por Denisson A. Soares

Compartilhe esta notícia